domingo, 9 de novembro de 2008

Amor de Buda

Ontem à noite, quando chegámos a casa, lá estava o meu Buda novamente deitadinho na alcatifa da sala. Eu acho que o Timon não devia querer dormir sozinho, só pode ser!

Resultado: o Buda agora mora em cima de um armário mais alto.


Note-se que originalmente os dedos do Buda eram todos compridos :s

4 comentários:

Thor disse...

Você adora o Buda, Timon!
Boa semana!

Abraços
Thor

Pipa disse...

Ó Timon, cá estou mais uma vez.
Sim, a tua amiga Pipa, aquela que te compreende. Que caramba, mas porque é que ninguém nota que o Buda, assim sem dois dedinhos, está muito mais cool, muito mais moderno, muito mais pop-art? O Buda está LINDO, Timon, parabéns! Eu também comecei aqui em casa um ciclo de art-nouveau, mas os ignorantes dos meus donos não perceberam. Comecei a fazer umas esculturas, com os dentes, nas cadeiras, para dar assim um ar de arte desleixada à cozinha. Opá, ficaram tão giras, com metade da madeira de fora!!! Os tótós não perceberam nada. Quando viram ficaram com um ar de espanto fantasmagórico e eu pensei "Ah, e tal, vai ser agora que me vão dar os parabéns...". Não. A minha dona acho que ficou com falta de ar e acho que o dono decidiu começar a fazer yoga. Que burros!

Bom, estou contigo, Timon!

Aufs,

Pipa

Van Dog disse...

Sabes que eu também acho que o Buda assim vai atrair umas belas influências...

Zhyph disse...

Q posso dizer... é um buda moderno :D Trará agora 3x mais sorte (1 por cada dedo que ficou)