terça-feira, 14 de agosto de 2007

Os minutos não esticam

Saí do trabalho uma hora mais tarde, ia para férias e tinha que deixar pontos de situação de todos os projectos em curso. Meto-me no carro e pisei o acelerador. Ligo o rádio e oiço que hoje há jogo do Benfica e que a 2ª circular está com muito mais trânsito do que o costume. Olho para o relógio e penso que com sorte ainda dá, que a locutora pode estar enganada. Chego a casa, pego na bolsa de treino, na trela, no Timon, ponho-o a fazer as suas necessidades e apresso-o para o carro. Meto-me a caminho e fico parada na estrada pouco depois de sair da A1. Olho para o relógio e por fim, já no meio do trânsito, dou-me por vencida, era tarde demais!

A escola do Timon vai estar estes dias fechada e nós antes de terça ou quarta-feira não estamos cá. Queriamos que ele tivesse o mínimo de tempo sem ir à escola porque com os progressos que tem feito (para trás) ele precisa de lá ir sempre que possível. Eu tentei, tentei mesmo sabendo que saindo do trabalho às 19h30 já era muito complicado conseguir lá chegar, mas conformei-me com a realidade - os minutos não esticam mesmo!

Resultado, fui com ele para expo tentar treiná-lo sozinha e claro que era melhor ter estado quieta porque fazer-lhe treino em terreno aberto é mesmo missão impossível! Lá me rendi mais uma vez às evidências e andei a passear com ele, deixei-o brincar com os amiguinhos de quarto patas que ali há às carradas e dei um passeio a pé.

Depois, passámos em casa da amiga Maggie que tinha lá um amiguinho de quatro patas, um Labrador preto com cerca de dois meses e que amanhã vai ser entregue aos seus novos donos. Como a dona da Maggie tinha que sair e para ele não ficar sozinho num sítio estranho, eu trouxe-o e ele vai passar aqui a noite com o Timon até ir amanhã conhecer a família nova. São tão lindos os dois juntos (dispensava era o Timon a ladrar para o outro, mas de resto são lindos)!


PS: é muito chato não ter a máquina fotográfica disponível para registar momentos assim e ter que recorrer ao telemóvel :s

2 comentários:

Monica disse...

Opá que lindos, o Timon devia de ter ficado todo contente eh eh eh

Jinhos

claudia.filipa disse...

xiiii já estou a imaginar a euforia do Timon... os móveis de casa ficaram intactos para contar a história ?? heheh