terça-feira, 24 de julho de 2007

Nestum mel

foi o que eu encontrei ontem, espalhado (ou melhor dizendo, colado) por toda a cozinha, quando cheguei a casa do trabalho! Ora o sr. dono deixou a embalagem em cima da bancada da cozinha ainda com cerca de 1/4 de pacote de Nestum e o sr. Timon tratou de, durante a manhã, esvaziá-la e, pelo que estava na cozinha, deve ter enfardado ainda bastante.

Escuso-me de dizer o nojo do cenário. É que o Nestum misturado com a baba de cão torna-se uma papa nojenta que seca e fica tipo pedra-cola. Já para não falar no pêlo! Ainda agora hoje lhe encontro crostas de Nestum nas patas (ontem tinha nas orelhas, no focinho, no pescoço...) que não são nada fáceis de tirar.

2 comentários: