domingo, 24 de janeiro de 2010

Momentos...

E quando o nosso cão invade de rompante e descontroladamente a casa dos vizinhos do lado, isso é... Timonstro.

Explicação: o nosso prédio tem 4 casas por piso. No entanto, é muito raro cruzarmo-nos com algum dos vizinhos no nosso patamar. Quando subo de elevador com o monstro costumo tirar-lhe a trela nessa altura mas tenho cuidado para ver, quando a porta do elevador abre, se a luz do patamar está acesa, indicando que poderá lá estar alguém. Estava escuro... logo deixei o monstro sair em liberdade. Ele é sempre o primeiro a sair e encaminha-se logo para porta de casa. Ontem também o fez. No entanto, eu abri a porta e ele não entrou... quando entrei e me virei para trás já ele tinha desaparecido... Pois o $#&$% deve ter sentido movimento por trás da porta do vizinho e foi-se colar à entrada deles. Assim que abriram a porta nem devem ter visto o que os atingiu... só o consegui agarrar dentro de casa do vizinho, a espernear como se lutasse pela sua sobrevivência e como se cada centímetro de chão conquistado fosse um dia a mais de vida :s

O que vale é que, por sorte, são os vizinhos que gostam dele... Nem quero pensar nos riscos que esta pequena brincadeira pode ter feito no chão dos nossos santos vizinho... Pela primeira vez pensei nas vantagens que poderá ser ter um seguro de estragos caninos para o monstro... Claro que para me concederem um seguro certamente teria que ocultar alguma informação sobre o comportamento típico deste belo espécimen.

3 comentários:

Pipa disse...

Ó Sofia... eu estou TÃO solidária contigo, TÃO SOLIDÁRIA!

Temo que nós as duas temos os dois únicos Golden de todo o mundo que não são bons da cabeça. A Pipa uma vez fez exactamente o mesmo na casa dos vizinhos da frente dos meus pais, onde entrou como se não houvesse amanhã e a solução para o fim do mundo estivesse.... no sofá. Ela entrou disparada dentro da casa das pessoas e foi-se abancar no sofá. Como se se abancasse no nosso. Aliás, como se tivesse conhecido aquele sofá desde sempre.


Socorro.

Rute disse...

eheheh
também tenho a sorte dos vizinhos do lado gostarem de cães, pois também a Bianca sem eu dar conta entrou-lhes pela casa a dentro e numa delas foi logo directa ao balde do lixo.
Bjokas

Uma dona babada disse...

a Emma faz o mesmo sempre que pode. já fui mais vezes a casa da minha vizinha do que ela veio à minha. heheh!